Nossa Filosofia de Vida

Gerações de Esperança – II

Para experimentarmos uma nova ressurreição nacional, dependemos de algumas dúzias de heróis que serão a vida em nossos corpos e o sangue em nossas veias. Heróis que alcançarão a luz da verdade além do horizonte do conhecimento; controlarão e disciplinarão as demandas e desejos de seus corpos, reduzindo-os apenas às necessidades mais básicas. Esses heróis sempre sentirão, em sua consciência, o chamado de Deus em uma harmonia transcendente. Sempre comunicarão a mensagem d’Ele, soluçando com entusiasmo, falando com palavras e vozes informes; eles respirarão com Ele.

Quando esses heróis se dedicam, em uma escravidão voluntária, à verdade desde o princípio, nunca se tornam servos ou escravos de desejos e trabalhos desordenados ou das transações da sociedade. Eles estão conscientes da servidão a Deus em humildade e, continuamente, agem com a observação e entendimento da eternidade em todas as suas ações. Eles conduzem suas vidas sob uma chuva de inspiração de Deus. Ao se voltarem e empurrarem os portões das dádivas divinas com cada inspiração, eles sentem a diferença, pois são abençoados em transformar um em milhões e saboreiam em cada episódio de extinção, as delícias, alegrias e prazeres da eternidade.

As aventuras das vidas desses heróis serão renovadas na estrutura da fé, conhecimento, afeição, amor e prazeres espirituais. Seu horizonte de pensamento elevar-se-á acima da vastidão que separa o mortal do eterno. Seu capital será o conhecimento e a fé, sua base o Senhor do Poder Infinito e seu caminho a senda de todos os virtuosos servos da Verdade que já viveram. Eles irão adiante, confiando no poder invencível da religião e dos favores surpreendentes de Deus na orientação do Profeta para a eternidade. Dessa forma, um período de apostasia, descrença e ateísmo afundará e perecerá no fosso infinito da artificialidade.

Assim como a humanidade nunca viveu sem fé ou conhecimento em nenhum período da história, as civilizações, também, nunca estiveram sem locais de adoração ou sem Deus. Contudo, ao obscurecer seus horizontes com suas próprias mãos, a humanidade, ocasionalmente, caiu no fosso da descrença e da ignorância. Ela se levantou com mais consistência, rapidez e dignidade após cada queda, sentindo seu laço com o Criador mais profundo em suas consciências. É por isso que estar e viver em um vácuo de civilização, com relação aos locais de adoração, a Deus, à humanidade, à fé e ao conhecimento, sempre foi um estado temporário e continuará a sê-lo.Até o Dia do Julgamento e a destruição dos mundos, o pensamento sobre lugares de adoração e sobre Deus não será erradicado do coração da humanidade. Os seres humanos nunca serão completamente separados de seu Criador. As consciências estão fundamentalmente abertas a Deus, portanto, a escuridão temporária que surge no horizonte de tempos em tempos será como um eclipse. A luz virá após a escuridão e o amanhecer virá após o pôr-do-sol. Quando chegar o momento oportuno, o tempo e tudo aquilo que se liga a este serão lançados no curso e na órbita a que foram predestinados pelos decretos irresistíveis e preordenados de Deus na eternidade.

Em todo o mundo, as gerações de hoje estão buscando sua própria essência, a vida em sua consciência e o Paraíso perdido. Essa inclinação, mesmo nesse grau, será suficiente para que elas encontrem seus heróis e alcancem a linha da Verdade. Quando a consciência das pessoas entra no curso de sua própria natureza e disposição, Deus é percebido em tudo que chega a elas por meio de seus sentidos internos.

Além do mais, o ateísmo, que arranca elementos do espírito e a essência neles contidos e os usa para seu próprio benefício, desejos, ambições e fantasias, começou a ser abatido e até a desintegrar-se por causa de suas próprias inconsistências. Nesse momento, os espíritos que buscam sua própria verdade movem-se para uma fase em que descobrem sua própria essência. Certamente, dessa maneira, as pessoas perderão seu interesse nas coisas ordinárias. Elas verão sua inabilidade, fraqueza e impotência como um ponto de referência em seus corações, além disso, perceberão o ponto de apoio e resiliência (nokta al-istinad) e o ponto de ajuda e assistência (nokta al-istimdad) nas profundezas de suas consciências. Assim, sua natureza exibirá singularidade, sua força de vontade salvá-las-á da estreiteza e com isso elas voltar-se-ão às vontades e comandos de Deus, o Infinito e Eterno.

Mais uma vez, nesse processo, a fé e a determinação, que são as melhores dinâmicas espirituais de sucesso, farão todos alcançarem o poder de seu espírito pertencente aos segredos divinos. Esse poder incentivará sua esperança e vontade, eliminará sua desordem e inconsistências, ajudará as pessoas a cruzarem as pontes que as levarão a serem elas mesmas e assim permitirá que elas cheguem a Deus.

O caminho mais rápido, curto, seguro e correto para os seres humanos alcançarem a verdade é o caminho da fé que está equipado com conhecimento espiritual e científico. A alma sempre alcançou suas vitórias e conquistas mais surpreendentes dessa maneira. Em um lugar onde a fé não é alimentada com conhecimento, a coerção substitui a verdade e a lei; o indivíduo, inevitavelmente, encontra força bruta e intimidação. Sob tais condições, com frequência, lança-se mão de armas, o dinheiro fala mais alto, apenas as vozes dos espertos são ouvidas, e a hipocrisia torna-se a qualidade mais desejada e buscada. É impossível chegar ao espírito ou essência da criação ou observar o que está por trás dela em tal atmosfera.

Por outro lado, nossa verdade está firmemente relacionada ao espírito do infinito. Para perceber essa relação e o que ela promete, precisamos, como nação, sacrificar muito. Não é possível falar sobre tal relação ou conexão sem sacrificarmos nossos prazeres individuais, nossa felicidade, comodidades e possibilidades mundanas, nossas posições, hierarquia e títulos e até mesmo nossos sentimentos e ambições pela prosperidade espiritual. Se essa relação e conexão forem alcançadas, o mundo de amanhã será um mundo brilhante e luminoso em que Deus é considerado o Altíssimo, em que a verdade será uma coroa devidamente respeitada e um mundo no qual o interesse pelo poder e ganho próprio serão vistos como vergonha e desonra.

Sentimos que estamos no caminho para tal mundo luminoso há anos. Não nos ocupamos de buscar sinais e sintomas da alvorada esperada, nem de investigar números e datas mágicas para prever misteriosos acontecimentos futuros. Avaliando a tudo que a bússola de nossas almas mostra sob a orientação e liderança das realidades divinas, tentaremos nos relacionar e nos conectar à Vontade Divina por meio de nossa própria força de vontade. Tornar-nos-emos como as pessoas heroicas que gastaram tudo que tinham para isso. Usaremos, gastaremos e sacrificaremos nossas vidas e riquezas. Continuaremos trilhando esse caminho até encontrarmos a Vontade Divina e o que ela mostra e promete.

Toda e cada pessoa que tem um sentido sério de responsabilidade individual dirá: “Preciso fazer isso eu mesmo. Se eu não o fizer agora, na medida em que puder, então, provavelmente, ninguém mais o fará” e se apressará para ser o primeiro a fazê-lo, para levantar a bandeira. Elas farão isso sem competição, sem inveja ou ciúmes, sem impedir ou atrapalhar os outros, mas, ao contrário, oferecendo oportunidades para que os outros progridam. Durante o período obscuro que experimentamos, algumas das coisas que fizemos consciente ou inconscientemente mancharam nossos corações e arruinaram nossos espíritos. A grande maioria de nosso povo não foi capaz de se erguer ou de se purificar e, assim, foram incapazes de despertar para a luz da verdade em sua essência. Eles não alcançaram ou adquiriram as dinâmicas espirituais que expressam a vitalidade – que é como a água, o ar e a força – indispensáveis ao crescimento vegetal, necessária para nossa renovação e ressurreição. Ao menos, hoje em dia, em vez de buscarmos, como uma hera, algo externo a nós mesmos em que nos agarrar para permanecermos de pé e para sobrevivermos, continuamos a caminhar em direção a Deus, trazendo à tona nosso poder potencial com todas as suas relações e laços com o além e as esferas superiores e confiando n’Ele.

Alcançar tal posição onde possamos ver tudo, ouvir tudo, manter e remover tudo e avaliar com um raciocínio que esteja aberto à inspiração depende de revisarmos e renovarmos esse poder potencial e essa conexão. Em suma, não busque o espírito e essência que o leve à existência externa. Curve a sua cabeça, ouça à sua consciência e, usando sua essência e existência como uma lente de aumento, você começará a viajar na direção da existência a partir de sua própria essência.

Pin It
  • Criado em .
Direitos de autor © 2021 Site da Fethullah Gulen. Todos os direitos reservados.
fgulen.com é o site oficial do Fethullah Gülen. Todos os direitos reservados.